domingo, abril 16, 2006

Medos

A Luísa do cantinho O que te quero desafiou-me a revelar os meus medos. Ora isso é muito difícil uma vez que não tenho medos! (Pronto, piada parva, começo bem)!
1) Medo de alturas. É muito mas muito mau. A simples menção da palavra AL-TU-RA faz os meus joelhos fraquejar. Suores frios percorrem o meu corpo e os joelhos tremem descontrolados. A parte mais ou menos engraçada deste medo é que não me impede de praticar desportos radicais como o slide ou rappel. Por isso, apesar de o medo estar lá nem sempre me impede de perseguir as loucuras a que me proponho!
2) Este é um medo que até a mim dá vontade de rir. Há pessoas que têm muito medo da solidão... Eu não. Assusta-me mais não ter o meu espaço. Detesto sentir-me sufocada. É uma espécie de claustrofobia só que ao excesso de gente. Os que me conhecem bem sabem do que falo. De quem gosto, gosto muito mas preciso do meu espaço, do meu tempo. Sem o meu precioso tempo de reflexão (ou seja lá o que for) o meu humor ressente-se. E isso não convém não é?
3) Sentir que sou inútil. A acreditar no destino, em metafísica, todos estamos aqui por uma razão. Gosto de estar ocupada ou de ir atrás daquilo que gosto e acho correcto. O que não falta por ai são causas que nos podem fazer sentir bem connosco, pelas nossas acções e sobretudo por aqueles a quem pudemos auxiliar (por mais pequeno que seja o gesto). Assim, tenho medo de não ser necessária.
4) Perder os que amo. Todos morremos. Isso é inevitável. Só queria que acontecesse o mais tarde possível. Isto é egoísmo mas por vezes desejo ser eu a primeira a ir para não passar pelo sofrimento de ver os que amo partir.
5) Que passe pela vida sem a viver. Já que aqui estou há que aproveitá-la da melhor forma. Tenho medo de não a viver ou de aproveitar mal aquilo que tenho em busca de coisas superficiais. Quero tudo, agora e muito intenso! E quero aquilo que importa e não buscas infrutiferas. Acabar a vida amarga porque não a soube viver deve ser a pior das sensações.
Agora faço o habitual pedido: desafio todos os que por aqui passarem, se acharem interessante. E avisem, para eu ler.

7 comentários:

Alien David Sousa disse...

Sabes que mais? Estive a ler os teus medos e ri, alterando uma palavra ou outra, subscrevo os teus medos! Ai meu Deus...eu a subscrever os medos de uma terrestre! :|
bjs
p.s. se isto fosse uma novela da TVI, seriamos irmãs gémeas separadas à nascença.

negative creep disse...

yellow!!!

vou tentar responder ao desafio. não sei se vai ser fácil, não pq sou um corajoso mas pq não sei bem do que tenho medo. estranho eu sei

by the way, a páscoa foi um dia como os outros fora ir almoçar a casa de um primo e o filho desse primo fazer anos.

Nomyia disse...

Alien: Tenho que te repetir: Um alien a subscrever os medos de uma terrestre??? Quanto ao sermos gémeas, tirando a diferença de espécie idade acho que sim, temos potencialidade de o ser, porque não?
Pedro: Eu também tive de puxar pela cabeça para saber de que tinha medo. Se calhar somos mesmo corajosos. Ou então não temos grandes medos!:p *****

Pássara disse...

parece-me que os teus medos são partilhados por muitos, eu também tenho medo de perder os que amo e só de pensar nisso sinto um vazio tão grande...

|unknown| disse...

Acho que toda a gente tem um certo medo das alturas... o que varia é o limite de altura que começa a gerar os tais suores frios! LoL

O segundo já é mais pessoal, mas não menos invulgar... já ouvi falar desse medo. Os outros três também acho que toda a gente tem... uns mais que outros! lol


Já conhecia este site, mas resolvi dar uma nova vista de olhos para conhecer os nomes desses medos todos. Dá lá também um saltinho, é bastante interessante!

Quanto ao teu desafio... acho que também o vou aceitar! Não sei para quando (tenho andado super ocupado que nem tenho tido tempo para o blog...) mas vou tentar fazer a minha lista de medos um dia destes... e claro, depois digo qualquer coisa!! ;)


Fica bem...
beijinhos desconhecidos!

---

[?] unknown_89.blogspot.com

[?] unknownphotos.blogspot.com

---

Luisa Seabra disse...

eu tb preciso muito do meu espaço, mas acho q é por hábito...moro sozinha há alguns anos e costumo dizer q, tal como um animal, me tornei territorial...a coisa q mais odeio é q alguém vá a minha casa e desate a mexer em tudo, como se se a casa fosse dessa pessoa...fico muito stressada com isso.
Mas,se algum dia puder ter filhos, q é uma das coisas q mais quero na vida, isso provavelmente vai ao ar...e eu posso até vir a sentir falta do meu espaço, mas não vou entrar em pânico (q remédio!!)

Renata =) disse...

eu poderia fazer um blog inteiro dedicado aos meus medos (e mm assim nao chegava =P)
sou da opiniao q os devemos emfrentar. sim, custa cm o raio =/
mas é sp bom deixa los para tras
=*