quarta-feira, novembro 22, 2006

Mitos Urbanos VI

Sabem quando um casal precisa de ir à rua e deixa os filhos em casa? Pronto, foi isso que aconteceu. Neste caso, os pais de uma rapariga que deixaram sozinha em casa, protegida pelo cão, um collie adulto. O casal avisou à filha para fechar e trancar todas as portas e janelas. E a rapariga, como filha obediente, assim fez. Quer dizer, houve uma janela na cave que não se queria fechar completamente. Por isso, deixou a janela como estava e subiu para o quarto.
Às 12 horas, quando decidiu que já tinha jogado no computador o suficiente foi-se deitar e aninhou-se com o seu cão. A dada altura, ela acordou sobressaltada. Ela virou-se e olhou para o relógio… Eram 2:30. que a teria acordado quando ouviu um som… Parecia que algo estava a pingar. Ela pensou que tinhVoltou a aninhar-se nos cobertores pensando no a deixado a água a correr e agora estava a pingar no lavatório. Pensando que não era nada decidiu voltar a dormir. Mas sentiu-se nervosa por isso, levou a mão fora da cama e deixou o cão lambê-la para se sentir segura. Às 3:45 voltou a acordar com o som. Estava zangada mas voltou a tentar adormecer de novo. Levou a mão de novo fora da cama e deixou o cão lamber-lhe a mão. Adormeceu.
Às 6:52 decidiu que já estava farta. O maldito som não a deixava dormir. Mesmo a tempo de os seus pais chegarem a casa. “Boa”, pensou. “Agora alguém poderá arranjar o lavatório porque sei que não deixei a água a correr”. Foi a casa de banho e lá estava o seu collie, pendurado na cortina do banheiro! O som que ouvira tinha sido o seu sangue a escorrer para uma poça, no chão. A rapariga gritou até aos pulmões não lhe permitirem mais e depois correu para o quarto para arranjar uma arma, no caso de ainda lá estar alguém… E no chão, perto da sua cama viu uma pequena nota, escrita a sangue: “Minha querida, os humanos também sabem lamber…”
PS: Se calhar sou eu que estou sensível ou então sou mesmo medricas (admito!) mas, este mito deu-me mesmo arrepios!

11 comentários:

Anónimo disse...

WOW! Dava uma excelente história para "Supernatural"!!

Confesso que quando li "Mas sentiu-se nervosa por isso, levou a mão fora da cama e deixou o cão lambê-la para se sentir segura." fiquei logo com a sensação que o pingar não era de água e que o lamber também não era do cão!! (aquele pormenor da janela DA CAVE aberta...)

E ok, apesar de não me considerar medricas (um gajo que mesmo que esteja sozinho em casa, à noite, adora andar às escuras... medricas não é de certeza! lol.) também posso dizer que este mito me deu "aquela sensação estranha na espinha"!! Só o facto de meter crianças faz com que as pessoas fiquem muito mais "sensíveis" a estas coisas... digo eu. LoL

PS1: já respondi ao teu mail! ;)
PS2: posso copiar o texto para depois publicar no meu!?


Fica bem,

---

...] ...unknown]

...] ...un_base]

---

Alien David Sousa disse...

FODA#"#!Nomyia, estás a ver porque gosto dos teus MITOS URBANOS. Eu já estava a desconfiar que quem lhe estava a lamber a mão não era o cão...mas continuei a ler a ver no que ia dar, claro está!!!
Porra!Eu nem que tivesse de ir à procura de um martelo e pregos NUNCA deixava aquela janela aberta.
Quanto à nota que o intruso deixou, sim arrepia! Phénix, ela ver o cão morto e pensar que passou a noite toda com um estranho no quarto a lamber-lhe a mão. Muita sorte teve!
ADOREI!ADORO OS TEUS MITOS! NÃO ME CANSO DE O DIZER!
BJS

Nomyia disse...

Ainda bem que gostaram deste mito mas, confesso que cada vez mais me é difícil encontrar mitos que valham a pena ser publicados. Não sei se este não será mesmo o último :s Renovo o meu apelo para que uma alminha caridosa me envie para o e-mail um novo mito. (Obviamente identificarei o "descobridor" no post).
*****

Unicus disse...

Sabem sim. Os humanos passam a vida a lamber as feridas inusitadas. Porque não ousam.
Beijo

David disse...

woo....excelente...o problema era se a gaja queria fazer uma festa ao cão...quer dizer...se o gajo fosse barbudo e cabeludo ela se calhar nao notaav a diferença lool

mitsu disse...

CREEPS!!!!! este tá mm mto fx! tnh a certeza k vais encontrar +, é só procurar bem!


P.S.:Estremoz é LINDE!

Belzebu disse...

Mais um excelente mito urbano. Espero sinceramente que não seja o ultimo.

Quanto ao bilhete que dizia que "os humanos também sabem lamber", duvido que quem fizesse aquilo ao pobre do cão fosse humano.

Saudações infernais

Betty Branco Martins disse...

Olá Nomyia

O objectivo era arrepiar - arrepiou!!!

Está excelente.

Beijinhos com carinho
BomFsemana

Gemini disse...

Bom blog e imaginação fértil!
Pena foi ficarmos a saber que era um humano...
Bem... não te tornes tu num mito e continua a dar provas de vida por aqui. Leitura q vale a pena!

Hizys disse...

aiiiiiiiiiiiiiii! =S eu já conhecia este, odeio lembrar-me dele porque cada vez que me tento levantar à noite só penso nisso... é o meu preferido de dia, e o maldito à noite...

Renata =) disse...

xiça penico, q es historia feia :x
odeio estas coisas! oh rapariga, tu assim poes-nos a todos com pesadelos :p